Notas do Enem serão divulgadas em 19 de janeiro

Notas do Enem serão divulgadas em 19 de janeiro

As notas individuais dos participantes do Enem 2016 serão divulgadas no dia 19 de janeiro de 2017, os estudantes que tiveram as provas adiadas também poderão acessar suas notas na mesma data.

Notas do Enem serão divulgadas em 19 de janeiro

O Ministério da Educação informou que cerca de 240 mil estudantes terão suas provas adiadas no Enem 2016, esses estudantes farão as provas dias 3 e 4 de dezembro.

Os estudantes afetados pela ocupação nas escolas farão suas provas na nova data, são cerca de 18 Estados afetados e mais o Distrito Federal. O Inep informou que a medida foi tomada para garantir a segurança dos estudantes e a isonomia do exame.

Confira como acessar suas notas do Enem 2016.

Acesso as notas Enem 2016

O participante do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) pode fazer a sua consulta das notas no exame a partir do dia 19 de janeiro de 2017, no site oficial do exame, sendo o seu endereço eletrônico Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep)

O estudante fará a opção de acesso à página do participante. O estudante deve inserir seus dados como o número de seu Cadastro de Pessoa Física (CPF), senha pessoal previamente cadastrada e a senha de segurança mostrada na página.

O estudante terá acesso à sua página de participante do Enem 2016, dessa forma terá acesso a todas as suas notas em cada caderno de prova, prova de redação e nota final no exame.

As provas de Linguagens, Matemática, Humanas e da Natureza valem até 1.000 pontos, a prova de redação do Enem 2016 vale de 0 até 1.000 pontos. O estudante pode zerar na nota de redação do Enem quando não atende as 5 competências exigidas por essa avaliação.

Notas do Enem 2016 para acesso a nível superior

Muitos estudantes participam do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) para ter acesso ao ensino de nível superior.

O Enem quando foi criado era usado somente para avaliação de estudantes concluintes do ensino médio, porém no ano de 2007 o exame passou a oferecer acesso a cursos universitário, através de programas educacionais oferecidos pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Educação (MEC).

Os programas educacionais que dão acesso a cursos superiores são o Prouni, SiSU e o financiamento estudantil por meio do FIES.

O Prouni Programa Universidade para Todos, oferece vagas em cursos de nível superior em universidades particulares em todo o país. O acesso se dá através das notas no Enem, o estudante pode se inscrever no Prouni duas vezes por ano, no começo do primeiro semestre e do segundo semestre do ano.

Na inscrição do Prouni, o estudante pode escolher 2 opções de cursos, universidades ou períodos, caso o estudante não seja chamado em sua primeira opção tem a chance de ser chamado na segunda opção. As notas do Enem tem o critério de classificar os estudantes, quem tiver maior nota consegue a vaga.

O Prouni oferece bolsas integrais e parciais de 50%, o estudante ainda precisa cumprir as exigências de renda familiar, conforme o tipo de bolsa requerida.

  • Para ter acesso ao Prouni, o estudante precisa de ter, pelo menos, uma dessas características:
  • O estudante deve ter cursado integralmente o ensino médio em escola da rede pública de ensino ou privada desde que como bolsista integral.
  • O estudante deve ter cursado parcialmente o ensino médio em escola da rede pública de ensino e privada desde que como bolsista integral, em condição de bolsista.
  • Ser deficiente.
  • Ser professor de escola pública do ensino básico, desde que esteja em exercício pleno de suas funções, e integrar o quadro de funcionários permanentes da instituição, o professor precisa concorrer a vagas em licenciatura, normal superior ou pedagogia. No dos professores a renda não é considerada.

O estudante precisa ainda ter nota mínima de 450 pontos nos cadernos de provas do Enem, e não pode ter zerado a redação do Enem.

O SiSU é o outro programa de acesso ao nível superior, o SiSU oferece vagas em cursos superiores em Universidades públicas de todo o país. O SiSU é aberto para inscrição 2 vezes por ano, onde os estudantes precisam ter participado do Enem para poderem concorrer as vagas. O estudante podem escolher até 2 opções, e caso não seja escolhido na primeira ainda possui a segunda escolha de curso, universidade ou período que deseja estudar.

As notas do Enem é usada como critério de classificação e desempate, muitas universidades possuem diferentes formas de avaliar a nota do estudante no Enem. Uma boa nota na redação na prova de redação do Enem pode ajudar na obtenção da vaga, pois ‘muitas universidades usam sua nota como critério.

O Fies (Financiamento Estudantil) é oferecido pelo Governo Federal, oferece aos estudantes a possibilidade de financiar seus estudos no nível superior. O estudante consegue pagar seus estudos após a conclusão de seu curso, os juros do Fies são considerados baixo, sendo uma boa opção para quem necessita financiar seus estudos.

Para se inscrever no Fies o estudante precisa ter feito o Enem, ter nota acima de 450 em cada caderno de prova, e não ter zerado na prova de redação do Enem. A renda máxima familiar bruta per capita deve ser de até 3 salários-mínimos.

Além do acesso a cursos de nível superior, o participante no ato da sua inscrição no Enem pode fazer a opção de requerer seu certificado de conclusão do ensino médio, nesse caso fará a prova somente para a obtenção do seu certificado de conclusão, podendo após isso dar continuidade aos estudos no ensino superior caso queira.

Notas do Enem serão divulgadas em 19 de janeiro
4.78 (95.69%) 51 votos

Sobre o autor | Website

Blog voluntário informativo sem vínculo com os órgãos responsáveis pelo Exame Nacional do Ensino Médio.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.