Inscrições do Enem 2017 podem ser reabertas

Inscrições do Enem 2017 podem ser reabertas

As inscrições Enem 2017 podem ser reabertas! Acontece que a senadora Fátima Bezerra, do Estado do Rio Grande do Norte pediu e teve um requerimento aprovado pela Comissão de Cultura e Esporte (CE). Este requerimento foi aprovado na última semana.

O Requerimento também solicita informação do Ministro da Educação Mendonça Filho, Acontece é que a Senadora quer uma explicação sobre as Inscrições Enem 2017, já que este ano teve um número bem menor de inscritos, em relação ao ano passado.

O menor número de inscritos no Enem 2017

Inscrições do Enem 2017 podem ser reabertas

Inscrições do Enem 2017 podem ser reabertas

O Enem 2017 tem o menor número de inscritos com um balanço de 4 anos. Foram registrados 6,5 milhões de inscritos no Enem 2017. Estes números podem ser comparados com o ano 2011 e 2012 onde teve 6,2 e 6,4 inscritos na época.

Já no ano de 2013 teve mais de 7 milhões de inscritos, no ano de 2014 teve o Record da história que teve 9,4 milhões de inscritos, no ano de 2015 teve uma queda de 1 milhão e na edição passada teve 9,2 milhões. Veja o gráfico a seguir.

Inscrições do Enem 2017 podem ser reabertas

O valor da taxa de inscrição pode explicar a redução de inscritos no Enem 2017

O Enem 2017 teve uma redução significante de inscritos, porém não foi o que aconteceu com o valor da taxa de inscrição Enem 2017. Este ano o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira aumentou o valor da taxa em 20,5% em relação a edição passada.

Os estudantes que quiseram confirmar a sua inscrição tiveram que desembolsar uma taxa de R$82,00. Este é um dos fatores que teve um menor número de inscritos este ano. Acontece que este valor é o mais alto da história e muitos dos estudantes ficaram surpresos com o valor.

Outro fator que pode ter ajudado a reduzir o número de inscritos é a burocratização para declarar carência. Este ano o Inep cruzou os dados dos participantes com o Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDS). Muitos alunos tiveram a isenção Enem 2017 negada.

Ministério da Educação joga a responsabilidade para o Inep

O MEC foi questionado sobre o requerimento, porém o mesmo informou que é Inep que é responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio.

Até o momento o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira não se pronunciou sobre o assunto.

Quando as inscrições do Enem 2017 estavam abertas, muitos alunos reclamavam que não conseguiam se inscrever e pediram que as inscrições fossem prorrogadas. Porém o Inep já havia informado que as inscrições não haveria prorrogação.

As inscrições do Enem 2017 foram encerradas no dia 19 de maio, em uma sexta feira.

Estudantes que tiveram a isenção Enem 2017 negada podem ter uma nova chance.

Os candidatos que tinham direito a isenção e mesmo assim tiveram que gerar o GRU, tem até o dia 25 de junho para provar sua renda e ter a isenção do Enem 2017 concedida.

O Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, informou no seu portal que os candidatos que tem direito a isenção e mesmo assim o sistema negou, tem até o dia 25 de junho para enviar os documentos que comprovem renda e a escolaridade.

O Inep abriu a possibilidade dos candidatos recorrerem porque há muitas reclamações de candidatos que se sentiram injustiçados, pois tinha o direito da isenção e tiveram que pagar o boleto.

A possibilidade deste recurso é de um acordo feito com o Ministério da Educação e o Ministério Púbico Federal. Os candidatos vão ter a oportunidade de ter a sua inscrição corrigida.

Os documentos comprobatórios devem ser enviados por E-mail do Inep (isencaoenem@inep.gov.br), estes documentos devem ser enviados até ao meio dia do dia 25 de junho de 2017. O assunto do e-mail deve ser “Recurso Administrativo – Isenção da Taxa de Inscrição do Enem 2017”. O corpo do e-mail deve conter, logo no início, o nome completo, o CPF e o número de inscrição do participante; bem como o nome completo e o CPF da mãe.

Quem tem direito a isenção Enem 2017

Estudantes concluintes de escolas públicas: Estudantes que são matriculados em redes de escolas públicas e são concluintes do ensino médio, são isentos automaticamente da taxa de inscrição do Enem 2017. O aluno tem que informar o nome da escola ou o código da escola em que estuda e qual são o ano em que está matriculado. Neste caso não é necessário declarar carência e não precisa comprovar renda.

Família de baixa renda: A Lei 12.799 de 2013 prevê que candidatos com uma renda per capita de até um salário mínimo e meio e que tenham cursado em escolas públicas ou em escolas particulares com bolsa integral tem direito a pedir carência na taxa de inscrição Enem 2017.

Candidatos inscritos nos programas sociais: O Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) é um sistema do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDS) de identificação das famílias brasileiras de baixa renda, que centraliza a informação das pessoas beneficiadas por programas sociais como o Bolsa Família.

Inscrições do Enem 2017 podem ser reabertas
3.4 (68.15%) 27 votos

Sobre o autor | Website

Blog voluntário informativo sem vínculo com os órgãos responsáveis pelo Exame Nacional do Ensino Médio.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. gabriela disse:

    Eu perdi o prazo das inscrições, ainda posso me escrever?

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.